Dicas da Qnax

Você sabe como surgiu o primeiro Motorola? Conheça a história

A empresa americana contribuiu para o desenvolvimento do conceito dos aparelhos de celular —  entenda o porquê.

A Motorola é uma das principais empresas de telecomunicações do mundo todo. É provável que você a conheça especialmente pela diversidade de aparelhos de celular que a marca oferece, uma vez que a companhia é uma das líderes de venda do setor.

Apesar de sua contribuição histórica para o desenvolvimento da telefonia móvel no mundo, a verdade é que a Motorola iniciou suas atividades antes mesmo da invenção dos aparelhos celulares. Seu primeiro produto popular, por exemplo, foi uma espécie de rádio para carros, um dos primeiros do mundo.

Aliás, foi desse item que surgiu o seu nome da marca: Motorola é uma combinação de “motor”, em referência aos automóveis, e “ola”, sufixo que indica funcionalidade sonora, como acontece com a formação da palavra “vitrola”, por exemplo.

Inicialmente, a empresa chamava-se Galvin MFG Corporation, levando o sobrenome dos irmãos que fundaram-na em 1928, em Illinois, nos Estados Unidos: Paul e Joseph Galvin.

Primeiro celular da história

O conceito de um telefone móvel, que pudesse ser atribuído a uma pessoa, em vez de uma residência ou uma empresa, começou a ser discutido nos escritórios da Motorola por meio do engenheiro Martin Cooper. Na época, a marca era líder dos car phones, uma espécie de telefones para carros, que tinha uma comunicação via rádio bastante limitada.

Segundo o próprio engenheiro, esse desejo vinha da ficção em quadrinhos. Naquele momento dos Estados Unidos, as histórias do detetive Dick Tracy eram muito populares no país, e o personagem se comunicava por meio de uma espécie de rádio-relógio.

A junção entre ciência e ficção motivou o engenheiro a uma sequência de dez anos seguidos de pesquisa em busca da solução para fazer o seu sonho acontecer. Daí, surge o que é considerado o primeiro celular da história — ainda apenas um protótipo. Batizado como DynaTAC 8000x, no dia 3 de abril de 1973, ele realizou a primeira ligação a partir de um aparelho de telefone móvel da história.

Munido de muito orgulho e bastante senso de humor, Martin Cooper fez essa ligação para a AT & T, empresa que, na época, era concorrente da Motorola.

Disponibilidade no mercado

Apesar de ter um protótipo funcional, o aparelho chegou às lojas somente mais de uma década depois, disponível para compra. Os registros da época dão conta de que o primeiro Motorola DynaTAC 8000x foi comprado no dia 13 de março de 1984, quase 11 anos após a ligação bem humorada de Cooper.

Bem diferente do design dos aparelhos contemporâneos que conhecemos hoje, o telefone era muito maior que aqueles que estamos acostumados. Ele media 33 centímetros, um pouco maior que uma régua escolar convencional, com 4,4 centímetros de largura.

Na época, por seu formato próximo a um paralelepípedo, o Motorola DynaTAC 8000x foi apelidado de “brick” ou “tijolo”, em português. Esse apelido acompanhou os aparelhos posteriores a ele, fabricados pela mesma empresa, exatamente pelo formato e pelas dimensões.

O Motorola DynaTAC 8000x não chegou a ser comercializado no Brasil. Por aqui, só na década de 90 é que a telefonia móvel esteve disponível para a população do país. O primeiro celular a chegar em território nacional foi um aparelho da mesma empresa: o Motorola PT-550.

Bem mais avançado que o DynaTAC 8000x, o PT-550 já tinha até identificador de chamadas. Além disso, ele também contava com agenda eletrônica e era um modelo flip, com uma parte dobrável que protegia o teclado e funcionava como o microfone do aparelho.

Leave a Reply

O email foi ocultado.