Jogos

Aprenda as melhores dicas Free Fire!

Você já deve ter ouvido falar no Free Fire ou servidor avançado do free fire, certo? Isso porque o Battle Royale Grátis Fira é um dos jogos mais conhecidos no nosso país, quando o assunto são jogos para celular.

Uma pesquisa recente realizada pela Sensor Tower aponta que o jogo é o que mais gera transações no Brasil em dispositivos Android. E é um dos jogos mais baixados no país. Mas para você que já fala do jogo, no entanto, não sabe do que se trata, fique tranquilo. É um jogo simples, como a maioria dos jogos, há uma série de técnicas que precisam ser estratégicas para garantir uma conexão no jogo. No post, você vai encontrar dicas de como jogar Free Fire bem. 

Com partidas cheias de ação, Free Fire apesar de simples, sabe ser muito estratégico. Só conhecer bem o jogo e como ele funciona não garante que você consiga mandar bem, ainda mais quando a gente pensa em campeonatos mundiais do jogo. O jogador precisa ir além dos macetes e das jogadas certeiras, precisa também saber algumas dicas. 

O jogo exige uma certa habilidade por parte dos jogadores, é necessário que as técnicas dos jogos sejam perfeitamente dominadas e que certos recursos também sejam compreendidos. E claro, desenvolver com muito cuidado. 

Se você quer conhecer algumas dicas de como mandar bem no jogo e sair na frente, acompanhar o nosso post! Veja as nossas dicas Free Fire.

Confira as 5 dicas Free Fire

1. Escolha bem o local onde cair

Não pode parecer, mas escolher o local onde vai cair é estratégico. Devolução de onde para o local, vai ser determinante para uma sua empresa. O ideal é que você escolha um local isolado dos outros jogadores, ter uma distância saudável da cidade para não ser perigoso, mas também não ficar muito longe. 

Por isso, saiba que na hora da seleção, fuja das cidades ou das vilas. É mais importante que você não fique vulnerável enquanto ainda não estiver armado. Se não você pode encontrar edifícios carregados de loot.

2. Seja rápido a pegar loot

É claro que você não quer ir ao combate sem ter o equipamento certo. Para isso, é necessário que assim que chegar no chão, você cosméticos a procurar objetos de equipamento perto do local onde caiu. 

De primeira, é importante que você pegue tudo o que encontrar no caminho, pois você pode trocar ou melhorar os seus equipamentos. Mas, caso você, esteja se perguntando quais são os itens essenciais para a sobrevivência no jogo, saiba que existe uma ordem de importância:

  • Armas: obviamente são essenciais para você entrar em combate e derrotar os seus adversários.
  • Capacete: importante para o defensor dos atiradores, pois reduz o dano sofrido na cabeça.
  • Colete: protegem de seu tronco e induzem ao dano que você sofre ao ser atingido no corpo.
  • Mochila: aumenta o número de itens que você pode carregar.

3. Escolha a sua arma ideal

Como já dito, você vai para um combate então é muito importante que você escolha bem a sua arma. No Free Fire existem vários tipos de armamento e a utilidade de cada servir para diferenças, por isso, é importante definir bem a sua estratégia. 

Elas são categorizadas por distâncias também, por isso, para cada momento e local um arma diferente. Veja são as armas e distâncias quais:

  • Espingarda de assalto: boa tanto a média como a longa distância, porém, difícil de controlar enquanto dispara.
  • Sniper: causa grande dano, mas demoram recarregar e são raras de encontrar no mapa.
  • Escopeta: desfaz o inimigo de forma brutal se você estiver perto do suficiente.
  • Pistola: usar em combate a distância e muito comum pelo mapa. Fora dos primeiros instantes do jogo, são praticamente inúteis.

4. Esteja atento à Zona Segura

Você precisa estar muito atento ao seu minimapa, nele, vai aparecer um círculo branco que é onde delimita a sua zona segura. Por isso, esteja em alerta, esta zona vai reaparecer no seu mapa e você precisa entrar nela o mais rápido possível ou será eliminado pela radiação, que é como se fosse um gás.

No entanto, você precisa se locomover rapidamente, mas sem esquecer dos outros jogadores, que também estará atentos a você. Os outros jogadores só estão esperando quem está se movimentando pelo mapa. É um momento de muita atenção. 

5. Confira os perigos no minimapa

Já citamos ele na dica Free Fire anterior, mas saiba que o minimapa tem muita serventia, outro ponto dele é o aviso de potenciais potenciais. Se você ouvir explosões e tiros, por exemplo, procure por pontos laranjas no seu minimapa. Nele, irá ter como referências das origens dos barulhos. 

É muito importante estar super atento ao minimapa, porque além de você correr o risco de ser eliminado com radiação, também existe o perigo de ser bombardeado por drones. Para não ser surpreendido, esteja sempre com o  minimapa “em mãos”. 

O MELHOR SOFÁ PARA SEU ESCRITÓRIO
Forex

Conheça alguns fatores para escolher o tipo de sofá mais adequado

Descubra as melhores opções e veja quais delas são ideias para cada tipo de ambiente.

Sofá

Escolher um sofá envolve muito mais que gostos e favoritas. Além do fator estético, é preciso levar em consideração a resistência e a durabilidade, se uma área interna ou externa, etc. Então, qual é a melhor escolha: um sofá com revestimento de couro ou tecido? Cor escura ou clara? Para te ajudar nessa questão, listamos algumas opções.

Em geral, o sofá costuma ser o protagonista do ambiente, seja em uma sala, um quarto ou um escritório. Além de acomodar as pessoas, o móvel tem importante participação na decoração do espaço. Para essa última função, podemos escolher por opções de tamanho, modelos, estilos e até propostas. Confira algumas dicas. 

Dimensões

Antes de atentar-se aos detalhes estéticos, você precisa definir quais serão os tamanhos das suas peças.

Para isso, você deve ter em mente qual é o espaço que receberá no sofá. As medidas a levar em consideração podem envolver a largura, a profundidade e até a altura.

Ambientes menores pedem peças com menos profundidade, para não atrapalharem a circulação das pessoas. Portanto, para este caso, evite os modelos retráteis.

Finalidade

Tão importante quanto determinar as dimensões do seu sofá é definir o uso dele. Móveis mais firmes são ideais para receber amigos e familiares para um bate-papo. Por outro lado, os retráteis e os reclináveis ​​costumam ser mais aconchegantes, por isso cabem melhor na proposta de assistir à TV, deitar e relaxar.

Uma terceira opção surge para aqueles que não querem um jogo com mais de uma peça ou têm espaço mais reduzido. Com alguma versatilidade, o modelo chaise, por exemplo, servirá tanto para uma área de TV, quanto para o propósito de reunião. Podendo ser fixo ou retrátil, ele oferece beleza e conforto.

Estilos

Com certeza, um dos principais traços do sofá é o estilo. Dentre os que mais têm feito sucesso no mercado, estão o moderno, o vintage e o retrô. Repleto de opções e variações, os sofás modernos costumam ser sofisticados e mais minimalistas.

Vindo numa ascensão nos últimos anos, o estilo vintage continua tendência de design. Comumente encontrado em revestimento de couro ou veludo, ele tem botões em uma superfície acolchoada e encosto de estilo capitonê.

Por sua vez, o retrô conta com linhas retas e pés de palito. O encosto também costuma ser menor, e vale a regra do tempo de permanência sobre ele. Uma característica importante, que vai incluir todas as possibilidades citadas, são os braços do sofá. 

Sofás sem braços têm mais espaço do que como versões com braços. Apesar de, geralmente, possuírem encostos menores, eles são excelentes para áreas sociais, como sala de estar ou de visitas. Contudo, atenção: por não terem uma grande área de encosto, eles podem ser inapropriados e desconfortáveis ​​para visitas de longo período.

Em L

Também conhecido como sofá de canto, o modelo em L pode ser encontrado em versões modulares, tornando-se bem versátil e personalizável. 

Assim como a chaise, ele pode vir com extensão para as pernas em uma das pontas, aumento o aconchego e o conforto da peça.

Portanto, este modelo se enquadra melhor em salas, especialmente, num canto do cômodo ou debaixo de uma janela.

Sofá cama

Por falar em versatilidade, como o próprio nome específico, o sofá-cama permite que o móvel tenha função de sofá e cama, sendo a opção ideal para quem não tem grandes espaços disponíveis. Modelos assim podem ser acomodados tanto em salas, quanto em quartos e escritórios.

Capitonê

O modelo capitonê ou chesterfield tem origem na era Vitoriana, portanto, possui características mais vintages. O estofamento é feito pela técnica botonê, identificada pelos pontos marcados por botões, que geram franzidos no tecido. Os braços podem ser largos e arredondados.

Tecidos

Sua jornada de decisão chega em estágio final com a escolha do tecido que revestirá a grande estrela do seu cômodo. Além da aparência, que será proporcionada por ele, os tecidos serão determinantes quanto à duração do seu móvel.

Apesar de parecer óbvio o motivo de alguém querer que o móvel dure muito tempo, a presença de crianças e animais de estimação pode ser fator fundamental para esta escolha.

Natural ou artificial

Resistente, elegante e sofisticado, o tecido feito a partir de fibra vegetal é uma opção interessante para quem busca durabilidade e beleza. Tecidos naturais podem ter a vantagem de ser antialérgicos, além de contar com a facilidade de limpeza.

A desvantagem dessa opção pode ser o preço, que costuma ser mais alto que as artificiais. O linho sintético é fabricado com poliéster, que aumenta a resistência do material, e algodão, responsável por manter a textura mais agradável. 

Couro

Uma das opções mais tradicionais para revestimento, o couro é elegante e possui alta durabilidade. Porém, a qualidade eleva os custos. Ele também pode ser natural ou artificial. Quando é de origem animal, qualidade e durabilidade são os grandes destaques para a escolha. 

Já quando em versão ecologicamente correta, o courino ou courvin cumprem bem o papel estético, mas têm que ser bem inferior. Essa opção possui a vantagem de ser impermeável e resistente, portanto, pode ser ideal para quem tem crianças e animais em casa. 

Camurça

Campeão de vendas devido ao custo-benefício, o tipo de revestimento artificial confere uma textura aveludada e bastante agradável, além de ter boa resistência e durabilidade. 

A grande desvantagem dessa opção é a capacidade de absorção, o que faz com que ele manche com facilidade. Então, se você pensa em figurar-lo em ambientes com crianças e animais de estimação, talvez valha a pena reconsiderar a escolha.