Interior de um Data Center
Dicas da Qnax

Servidor Virtual Privado: O que é, como funciona e quais são as suas vantagens?

Você já ouviu falar nos Servidores Virtuais Privados, ou simplesmente VPS?

Neste conteúdo, abordamos o assunto de forma ampla e didática para que você entenda de uma vez por todas, o que é, como funciona e quais são as principais vantagens de um servidor virtual privado. Vale a pena conferir!

O que é um Servidor Virtual Privado – VPS?

Os servidores virtuais privados são ambientes virtualizados hospedados em um

servidor físico único e robusto, dividido em vários servidores virtuais independentes.

Sendo assim, cada servidor virtual utiliza seu próprio espaço em disco, recursos de memória RAM e processamento alocados no servidor físico principal.

Um servidor virtual, é capaz de oferecer aos seus usuários uma experiência de acesso e administração completamente independente de outros servidores virtuais alocados no mesmo dispositivo físico, permitindo que cada cliente instale e configure seus próprios aplicativos, interrompa e inicie serviços e até mesmo reinicie o seu servidor virtual.

Em síntese, podemos dizer que um Servidor Virtual Privado – VPS, funciona como uma espécie de supercomputador com vários outros computadores independentes no seu interior.

Os servidores virtuais privados são amplamente utilizados ​​por empresas e

sites que procuram uma plataforma personalizável, segura e de baixo custo para

atender às suas necessidades de processamento e hospedagem.

Um Servidor Virtual Privado – VPS, é capaz de distribuir os custos da rede

infraestrutura, conectividade, manutenção e hardware entre  diversos clientes, sendo a redução de custos uma das suas principais vantagens.

Confira as principais diferenças entre hospedagens compartilhadas, dedicadas e servidores virtuais privados – VPS

Corredores de um Data Center

Para que você entenda melhor como funciona uma VPS, confira o comparativo que preparamos entre essa tecnologia e outros modelos de hospedagem mais conhecidos.

1. Hospedagem compartilhada

A hospedagem compartilhada é atualmente a forma mais comum de hospedagem encontrada no mercado, sendo portanto, a mais comercializada e também a mais utilizada pelos sites da web.

Basicamente, ao adquirir um plano de hospedagem compartilhada para o seu site, você estará concordando em compartilhar recursos importantes com outros sites, como capacidade de processamento, memória e espaço no disco rígido com outros sites alocados no mesmo servidor.

Para facilitar o seu entendimento, pense em um servidor compartilhado como um grande prédio, onde cada apartamento armazena os arquivos de um site, compartilhando entre todos eles alguns recursos, como é o caso das áreas comuns de um prédio.

Sendo assim, cada apartamento guarda os arquivos de um site diferente, uma vez que comprar uma casa, por exemplo, seria muito caro para suas necessidades. No entanto, todos compartilham entre si as áreas comuns deste prédio virtual de apartamentos, o que contribui para reduzir os custos de hospedagem.

Sendo assim, apesar da redução de custos existem algumas desvantagens na hospedagem compartilhada.

Se um outro site em seu servidor compartilhado tem um grande pico de tráfego,por exemplo, isso pode afetar o desempenho de seu site. Assim como um vizinho barulhento incomoda os demais em um prédio.

Veja também : Planilhas de Excel Pronta

2. Hospedagem Dedicada

A hospedagem dedicada é o oposto da hospedagem compartilhada. Em vez de agrupar recursos e compartilhar os custos com outros proprietários de sites, você tem um servidor dedicado que é reservado apenas para o seu site.

Parece ótimo, não é mesmo? Afinal, com um servidor dedicado você obtém 100% de controle sobre seus recursos e pode personalizar o software para atender às suas necessidades individuais.

No entanto, devido aos custos elevados, esse tipo de hospedagem é indicado apenas para sites com demandas técnicas robustas. Podemos citar alguns exemplos, veja:

  • Sites que recebem centenas de milhares ou milhões de acessos diários;
  • Sites que precisam de um sistema operacional próprio;
  • Sites de instituições financeiras, por questões de segurança;
  • Dentre outras hipóteses específicas.

3. Hospedagem VPS

Por fim, temos a hospedagem VPS que fica entre a hospedagem compartilhada e a dedicada, sendo a melhor opção para a grande maioria dos casos.

Quando você escolhe um Servidor Virtual Privado – VPS, haverá outros sites hospedados no mesmo hardware que o seu. No entanto,  cada um deles estará alocado em um compartimento virtual particular e completamente independente.

Isso significa que você terá seu próprio sistema operacional, armazenamento dedicado, capacidade de processamento, memória RAM e largura de banda.

Em síntese, com um servidor VPS, você obtém muitos dos benefícios de um servidor dedicado, contudo por um preço mais acessível.

Quais são as vantagens de um Servidor Virtual Privado – VPS?

Homem trabalhando no computador

Cada solução de hospedagem tem suas próprias vantagens e é adequada para diferentes estágios de um negócio. Mas para que serve o VPS?

Definitivamente uma hospedagem do tipo VPS, é a melhor escolha para empresas que se sentem restringidas por seus planos de hospedagem compartilhada, mas que não estão prontas ou não podem pagar por um servidor dedicado.

Confira as principais vantagens deste modelo de hospedagem:

Maior flexibilidade do que hospedagem compartilhada: Com um VPS, você pode personalizar suas configurações de hardware e software e executar seus próprios aplicativos.

Custo mais baixo do que um servidor dedicado: A empresa de hospedagem pode distribuir o custo de funcionamento e manutenção do servidor por todas as empresas que operam em uma determinada máquina.

Maior segurança do que a oferecida por uma hospedagem compartilhada : Como você não está compartilhando espaço com outras pessoas, seus erros, scripts defeituosos ou uso de recursos não afetarão o tempo de atividade ou a acessibilidade do seu site.

Acesso independente por FTP e POP: O uso de FTP e email POP por outros usuários não afeta seu acesso e velocidade.

Acesso root: como um VPS funciona como um servidor independente, você obtém acesso root, que é o que você precisa para configurar e instalar seu próprio sistema operacional e outros aplicativos.

Por outro lado, a hospedagem compartilhada fornece acesso apenas a um diretório no servidor compartilhado, o que não permite a personalização do software.

Requer menos conhecimento técnico do que um servidor dedicado: na maioria dos casos, você acessa seu VPS por meio de painéis de controle de interface gráfica do usuário,  a partir dos quais você instala e configura seus aplicativos, o que requer menos configurações manuais e conhecimento técnico, quando comparado com um servidor dedicado.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Não deixe de enviar o seu comentário! Na sua opinião, o Servidor Virtual Privado – VPS, é a melhor opção do mercado?

Leave a Reply

O email foi ocultado.