Tecnologia

IA. Como ela pode ajudar o seu site?

Já não é segredo para ninguém como a tecnologia tem transformado cada vez mais o nosso dia a dia, tanto na vida profissional quanto pessoal. O que pouca gente sabe é como a IA, sigla para Inteligência Artificial, pode entrar nisso tudo.

Um ponto curioso é que ao falar nisso, a maioria das pessoas já imaginam robôs dominando os homens, talvez por uma influência do cinema de ficção científica. Mas, na verdade, a IA é algo que já está presente na nossa rotina há algumas décadas pelo menos.

Se você pensar em uma automação pneumática industrial, por exemplo, vai perceber que há vários processos nesse tipo de fábrica que já contam com essas tecnologias. Ao mesmo tempo, carros, eletrodomésticos e vários produtos comuns dependem disso.

Sendo assim, esse é um modo de a IA marcar presença na nossa rotina, ainda que seja de maneira indireta. De forma mais direta ainda temos o encontro entre Inteligência Artificial, internet e telefonia, que fecham um círculo bastante interessante.

Na verdade, os microcomputadores, que passaram por uma revolução na década de 1990 já contavam com algumas doses. Mas, foi após o surgimento dos motores de busca e dos smartphones que a coisa realmente se disseminou mundo afora.

Hoje já não é nada incomum uma pessoa entrar em um site e se deparar com um chatbot, que é um robozinho que surge no canto da tela fazendo um atendimento automático aos usuários. Trata-se, portanto, de uma IA, pois não há nenhum ser humano por trás.

Na internet, a revolução veio por meio dos buscadores, mas hoje também há algoritmos atuando por trás de redes sociais, marketplaces e plataformas, em geral.

Deste modo, quando você busca algo como conserto monitor LCD, há um fator de IA funcionando. Pense bem: se aparecesse lojas de manutenção de monitor do mundo todo, seria uma pesquisa um tanto quanto improdutiva.

Na verdade, o buscador identifica, pelo tipo de palavra-chave que você utiliza, que se trata de uma busca voltada para um serviço, portanto, ele só traz resultados de sites de empresas que estão perto de você.

Se a pesquisa fosse sobre modelos específicos de monitores, com vistas a entender algo de eletrônica, seria totalmente distinta. Tudo isso faz diferença na hora de pensar como a Inteligência Artificial pode ajudar na criação de um site.

Por isso, decidimos escrever este artigo, que conta com alguns conceitos e dicas bastante práticas da área. Se você quer entender melhor esse universo incrível e mudar seu site de patamar, basta seguir adiante na leitura.

O que exatamente é a IA?

Em termos técnicos, a Inteligência Artificial nada mais é que um tipo de processo tecnológico que permite que sistemas configuráveis simulem um poder de inteligência e de decisão que é tipicamente humano. O que vai além da simples programação comum.

Na programação não existe um cenário de surpresa ou de imprevisibilidade. Quando você contrata um serviço para instalar um cabeamento estruturado de redes, você sabe que  um portão só vai abrir ou fechar, mediante uso do controle remoto.

Ele também pode ter um ou outro sensor e “interagir” com a presença de alguém que se aproxima, por exemplo. Agora imagine se ele fosse capaz de criar uma cadeia de comandos aparentemente criativos, “deduzindo” algo sozinho.

Claro que é preciso usar algumas aspas aqui, mesmo quando se trata da mais refinada Inteligência Artificial, mas o fato é que a IA faz justamente assimilação de alguns comandos que ela tem em seu registro, e cria algo novo.

No caso de um site isso pode ficar mais claro. Se você entra na página de uma empresa de motoboy e conversa com o chatbot, tecnicamente não é possível prever qual pergunta a pessoa fará, mas o robozinho está preparado para isso.

Também não dá para saber como um usuário vai expressar suas dúvidas. Questões como data de entrega e preços podem ser escritas de mil e uma maneiras, mas o chatbot interpreta as palavras e tira a dúvida ainda assim.

Por exemplo, a mesma coisa pode ser dita de vários modos:

  • “Oi, meu exame está pronto?”
  • “Está pronto o meu exame?”
  • “Queria saber: como retirar exames?”
  • “Oi, preciso do meu exame!”.

Veja que as variações são muitas, podendo inclusive variar entre interrogação e exclamação. Mas, a Inteligência Artificial consegue interagir com isso.

Portanto, mesmo que apoiada em dados e informações pré-existentes, o traço principal da IA é que ela é capaz de criar, ou seja, de tomar decisões. Realmente, a revolução que isso pode causar na internet é bastante grande.

Por dentro dos chatbots

Agora vamos aprofundar nesses robozinhos que já citamos acima, bem como em outras soluções de Inteligência Artificial que podem ser exclusivamente voltadas para um site, um blog ou qualquer plataforma similar.

Os robôs de atendimento nada mais são que uma evolução das antigas salas de bate-papo, que evoluíram para os chats, e enfim, para a IA. Daí o termo chatbot, pois se trata de um robô que atua em chats, que são campos de interação por texto (neste caso).

Quem já perdeu horas esperando um atendimento humano pelo computador sabe como eles podem ser vantajosos. Às vezes um funcionário vai passar uma informação que simplesmente estava no sistema, como o resultado de um raio X gato.

Neste caso, o veterinário ou pet shop poderia implementar um sistema no qual os clientes entrassem com um número de protocolo, para conseguirem os resultados de exames de maneira mais ágil e eficiente.

Além de o cliente ficar satisfeito, o negócio ainda tem a vantagem de que o chatbot funciona 24h por dia, sete dias por semana. Além de que não fica doente, não gera processo trabalhista e daí em diante.

Vendendo mais com a IA?

Quem pensa que a IA aplicada à internet e aos sites de um negócio é algo inacessível, engana-se bastante. 

Hoje existem plugins que podem ser instalados facilmente, com recursos do tipo “arrasta e solta”, transformando o site com poucos cliques.

Quanto aos preços de investimento, também não pense que se trata apenas de algo secundário ou de um “enfeite”. A verdade é que além de facilitar a vida de clientes e colaboradores, é possível aumentar as vendas graças a isso.

Imagine que um cliente entrou no portal de manutenção de cabine primária, entendeu a solução e os serviços prestados, avançou pelas telas de contratação, aceitou preços e prazos, mas por qualquer razão precisou fechar a página antes de fechar o negócio.

Hoje a Inteligência Artificial pode “rastrear” esse usuário e fazer contato com ele por e-mail ou mesmo por mensagem de celular. Isso aumenta consideravelmente a taxa de conversão do negócio, recuperando negócios que o “carrinho” do site perdeu.

Além disso, essa nova tentativa de contato não é feita de maneira automática ou fria. A programação da IA tenta entender, pelas interações que o cliente fez, qual pode ser o motivo do abandono, e dispara conteúdos que tocam nesse ponto.

Atendimento humanizado

Também se engana quem pensa que a automação trazida pela IA desumaniza o atendimento.

Em alguns casos, ela pode aumentar o nível de personalização e customização, como no caso de retomada de carinha via e-mail, onde o cliente se sente especial.

Um modo seguro de garantir isso é por meio da implementação de outras tecnologias em paralelo com a IA, como a cultura do funil de vendas e os softwares de CRM, sigla em inglês para Gestão de Relacionamento com o Cliente.

Assim, um lead que um site de torre de resfriamento industrial conquistou pode ser acompanhado desde o dia em que ele forneceu seus dados para contato, passando por cada e-mail disparado ou ligação feita.

Portanto, mesmo antes de os vendedores fazerem um contato direto, a Inteligência Artificial vai fazer a pessoa ter a impressão de que os conteúdos disparados foram pensados por um ser humano, de maneira orgânica e coerente.

O que são “vitrines inteligentes”?

Hoje é muito comum você fazer uma pesquisa no buscador, por qualquer produto que seja, e depois começarem a aparecer banners em toda página que você entra, desde redes sociais e vídeos até sua caixa de e-mail.

Pouca gente sabe, mas há uma Inteligência Artificial que utiliza isso, que é a de “sistema de recomendação”, também conhecido como “vitrine de recomendação”. Aqui está outro modo como a IA pode ajudar a vender mais.

Ao implementar isso, o site se torna capaz de identificar qual é o produto ou serviço que apresenta mais sinergia com cada usuário, conforme o histórico de pesquisas e interação dele, aumentando bastante a taxa de conversão.

Considerações finais

Até aqui já ficou claro como a Inteligência Artificial pode ajudar e muito a tornar um site mais eficiente, mais agradável e melhor em termos de vendas.

O mais bacana é que essas inovações podem ser implementadas em qualquer segmento ou nicho de mercado, seja para produtos industriais ou de alto consumo, seja para serviços como automação residencial Alexa.

Deste modo, qualquer marca já pode começar a se preparar. Trata-se, realmente, do futuro que já chegou, e que pode mudar seu negócio de patamar.

Leave a Reply

O email foi ocultado.