Ferramentas

DevOps. Saiba por que essa ferramenta é útil para sua empresa.

O conceito de DevOps consiste em um conjunto de práticas que integra as equipes de TI, especialmente aquelas de Desenvolvimento e Operações, além de adotar processos automatizados para uma produção mais assertiva e agilizada de aplicativos e serviços.

O DevOps propõe uma nova visão sobre o trabalho e valoriza uma maior diversidade de atividades e profissionais que são envolvidos nas atividades colaborativas.

Esse é um conceito mais fácil de compreender se você já trabalha em alguma área relacionada à tecnologia da informação.

Hoje em dia, uma entrega de documentos pode ser realizada de forma totalmente digital, dependendo de uma boa equipe de TI para seu funcionamento correto.

Entretanto, alguns elementos comuns são muito mais fáceis de explicar alguém que deseja entender sobre o assunto quando você explica a funcionalidade do DevOps, como:

  • Velocidade na entrega de valor;
  • Eliminação de atrito entre as etapas do projeto;
  • Redução do tempo para lidar com falhas;
  • Diminuição de downtimes.

A meta principal dessas técnicas é, então, melhorar a integração entre toda a equipe de TI.

Isso porque os desenvolvedores recebem constantes cobranças para entregar funcionalidades nas aplicações, enquanto a equipe de operação precisa se preocupar em manter o ambiente estável.

Embora ambos estejam sendo igualmente cobrados pela empresa, principalmente na questão de agilidade de entrega, os trabalhos parecem, a princípio, antagônicos. Isso acaba gerando ruídos na comunicação e prejudica o andamento da empresa.

Por exemplo, quando uma empresa de pintura residencial está utilizando um software de atendimento e precisa do auxílio de um grupo de TI que seja capaz de fornecer o suporte necessário de forma rápida e precisa, sem atrapalhar o andamento do negócio.

Por isso, as técnicas de DevOps surgem como uma forma de integrar essas equipes, fazê-las caminhar no mesmo passo para que consigam aumentar a capacidade de produção sem perder no meio do caminho nenhuma etapa.

A tecnologia faz parte das empresas desde a Primeira Revolução Industrial. A ideia da criação de uma linha de montagem para produtos manufaturados foi um dos principais elementos de evolução do mercado.

Ao longo do tempo, o avanço tecnológico industrial seguiu buscando novas e importantes ferramentas de trabalho, com a transformação digital sendo um importante ponto de virada para mais qualidade.

Isso porque, boa parte do processo mecânico de uma empresa era automatizado, o que garantia uma melhor produtividade para a empresa e mais qualidade de vida para seus colaboradores. No entanto, havia muitas falhas no processo.

Esse tipo de problema acabava sendo muito frequente e em todas as etapas da produção, o que acabava gerando transtornos para a equipe de manutenção. 

Enquanto isso, empresas de banner de loja cobravam dos desenvolvedores novas tecnologias que tirassem os problemas do meio.

Assim, foi sendo identificada a necessidade de criar uma metodologia que agilizasse o processo de condução de projetos, com ferramentas e práticas que se destacam do que o mercado tinha até o momento.

Um dos principais pontos foi a construção do modelo DevOps, que uniu todas as áreas da tecnologia da informação com o objetivo de construir resultados muito mais adequados para a empresa.

Se sua empresa precisa fazer plotagem a2 constantemente, o DevOps pode estruturar toda a parte digital para conseguir resultados melhores.

Elementos fundamentais do DevOps

Alguns conceitos básicos formam a ideia dessa técnica de trabalho no TI. Esses elementos são o que tornam o DevOps uma excelente opção no mercado atual, principalmente por identificar pontos importantes de toda a jornada de um projeto.

Para conseguir alcançar resultados impactantes com essa estratégia, é preciso se atentar a uma série de elementos primordiais.

Um dos principais pontos dessas práticas é integrar times. Compreenda a necessidade de compartilhar histórias e informações, desenvolvendo uma relação mais próxima e empática entre os colaboradores de sua equipe.

Para conseguir produzir rebolo para furadeira, é preciso que sua equipe esteja engajada no processo. Isso é possível quando há sinergia entre os colaboradores.

Quando a equipe tem uma relação mais próxima, é possível explorar melhor o trabalho em conjunto e você consegue aumentar sua produtividade, com procedimentos eficazes que têm uma durabilidade muito maior do que o comum.

Criar um objetivo principal também é um excelente caminho. Isso porque os conflitos entre sua equipe podem ser muito prejudiciais para a empresa. Entretanto, quando você coloca o projeto como objetivo principal, todos começam a buscar aquele resultado específico.

Assim, você consegue criar um ambiente de colaboração em sua empresa, quebrando padrões e estereótipos danosos entre as equipes e rompendo tradições ruins, focando em um comportamento muito mais próximo e colaborativo.

O DevOps também inclui ferramentas importantes para o bom desenvolvimento do negócio, buscando sempre pautar-se em qualidade e otimização do uso de recursos humanos, melhoria no tempo da produção, avanços tecnológicos e financeiros.

Ao unir todas as equipes de TI, você consegue otimizar também o tempo gasto com discussões e reuniões com cada um dos setores.

Uma central de monitoramento cftv nos dias de hoje é altamente dependente de tecnologia, e seu time deve estar pronto para identificar falhas e resolvê-las.

Essas reuniões acabam funcionando de forma colaborativa, integrando objetivos e apresentando soluções que às vezes poderiam passar batidas em reuniões separadas.

Como o DevOps funciona?

Dentro da prática de DevOps, existem algumas diretrizes básicas que acabam engajando todos os elementos citados anteriormente. Por isso, é preciso estar atento para cada um destes pilares para que seu trabalho seja bem desenvolvido:

1 – Gerenciamento de configuração e de provisionamento

A técnica de DevOps prioriza a agilidade do trabalho, e um gerenciador de configurações é fundamental para conseguir fazer todas as instalações e atualizações em equipamentos de TI.

Empresas que possuem muitos servidores, sejam eles físicos ou em nuvem, acabam necessitando de constante análise. Por isso, ao utilizar ferramentas que favoreçam esse tipo de trabalho, você consegue uma vantagem profissional muito maior.

Assim, uma máquina de automação conseguirá produzir de forma mais dinâmica se estiver programada corretamente.

Esses programas funcionam também como protetores do servidor. Isso porque identificam automaticamente qualquer mudança ou interferência indevida, bem como falhas no sistema, para conseguir manter os servidores em um estado funcional adequado.

2 – Orquestração

A orquestração é o ato de organizar toda a infraestrutura com foco em torná-la mais ágil, permitindo mais mudanças e mantendo um bom nível de escalonamento.

Isso porque os orquestradores devem ser capazes de identificar como e quando construir uma aplicação no ambiente certo, independente de onde esteja implementada.

Assim, uma interação muito mais própria para sua equipe é adquirida, uma vez que terá um maior controle sobre o processo de construção, com uma visão mais clara e mais agilidade na criação.

Aqui, o uso de programas e ferramentas também é fundamental para conseguir manter a clareza no objetivo do processo.

3 – Mudanças na cultura empresarial

Esse é o grande diferencial de utilizar as ferramentas de DevOps na sua empresa.

Todas as práticas e ferramentas adequadas devem ser utilizadas de forma a integrar os departamentos de sua empresa, somando as experiências individuais e interesses para criar um objetivo comum.

Muitas empresas de TI ainda estão em modelos ultrapassados, onde a maioria dos profissionais ainda mantêm culturas um tanto inadequadas.

Então, o DevOps surge como uma necessidade de mudar essa cultura e melhorar o clima organizacional, trabalhando a empatia dentro da empresa e agindo com sensibilidade para conseguir resultados satisfatórios.

Vale lembrar que o DevOps não é uma lei. Não existe um caminho certo e obrigatório para seguir com relação ao processo da empresa. É importante compreender que existem muitos caminhos que podem ser seguidos, e você deve encontrar o melhor para sua empresa.

Benefícios do DevOps

As primeiras empresas a adotarem os conceitos do DevOps foram as gigantes da internet, como redes sociais, marketplaces e prestadores de serviços. 

Afinal, as ferramentas criam um padrão de evolução e desenvolvimento, permitindo que as empresas se mantenham no topo.

A metodologia a ser aplicada tem uma melhora imediata na frequência de entregas. Isso porque o sistema começa a falhar muito menos e funcionar de forma mais rápida e assertiva.

Quanto maiores as entregas, melhor é a chance de você agradar seu cliente e o que ele estava buscando. Além disso, não basta melhorar o tempo de entrega de um serviço, é preciso fazê-lo com a tranquilidade de que a operação encontra-se estável e segura.

Por isso, protocolos de segurança são fundamentais para todo o desenvolvimento do trabalho, visando protegê-lo de uma série de ações.

Nestes casos, você pode focar em sua equipe, deixando outros cargos para fora da companhia, como o caso de uma empresa terceirizada de motoboy para transporte de documentos e peças entre suas equipes.

Embora os conceitos de DevOps pareçam inalcançáveis para pessoas que trabalham com equipamentos mais antigos, como grandes servidores físicos e outros elementos de TI do passado, é importante ter em mente que essa é uma técnica do futuro.

Considerações finais

Poucas empresas na área de tecnologia da informação sobrevivem muito tempo sem se atualizar.

A ferramenta de DevOps é uma técnica inovadora que busca resolver uma série de problemas internos de equipes de TI. Por isso, é importante conhecê-la para aplicar da forma correta suas diretrizes e, assim, conseguir conquistar mais espaço no mercado.

Leave a Reply

O email foi ocultado.